13 de novembro de 2013

Dicas: Curitiba/PR e o Parque Estadual de Vila Velha/PR em um fim de semana qualquer

Novamente estou de volta a Curitiba depois de quase 18 anos. 
Mas dessa vez não fui sozinho e fizemos um roteiro de apenas 2 dias, no final de semana do feriado de Finados de 2013. 
Fui com a Márcia e a Sophia e deu para aproveitar bem, porque pegamos dias de muito Sol, diferente de quando fui em 1996. 
Aproveitei algumas milhas da TAM que estavam por vencer e com isso a passagem saiu de graça.
Nesses 2 dias visitamos o Parque Estadual de Vila Velha com seus famosos arenitos e as Furnas. 
Fizemos também o roteiro da Linha Turismo, que passa pelos principais pontos turísticos de Curitiba, que eu considero uma das cidades mais bonitas do país.


Foto ao lado: uma das tantas Taças do Parque de Vila Velha



Álbuns de fotos


Parque Estadual de Vila Velha: clique aqui

Passeio pela Linha Turismo na cidade de Curitiba: clique aqui

Fotos de quando estive lá em 1996: clique aqui



Nosso roteiro foi:

1º dia: Parque Estadual de Vila Velha visitando os arenitos e as Furnas.
2º dia: Passeio pela Linha Turismo, passando pelos principais pontos turísticos de Curitiba.


Hospedagem

# Ficamos no Hotel Ibis Budget (antigo Formule 1), junto da Rodoviária. O valor foi de $87,00 com reserva feita pela internet. O quarto possui uma cama de casal e um beliche - perfeito para 3 pessoas. 

# O café da manhã é cobrado à parte ($11,00) e não dá para reclamar. Sem dúvida nenhuma uma das melhores relações custo-benefício.

# Se fossemos sem reserva o valor ficaria em $109,00.  
www.accorhotels.com/pt-br/brasil/index.shtml

# Junto do mesmo Hotel existem vários outros e até alguns com valores semelhantes. 


Alimentação

# O Hotel se localiza em uma região com várias opções de restaurantes. É possível também encontrar algumas lanchonetes e padarias.

# Quem não quiser ficar procurando restaurante, tem o Shopping Center Estação que fica próximo do Hotel.

# Se estiver no Parque de Vila Velha, junto ao centro de visitantes existe uma lanchonete com poucas opções.

# O ônibus da Linha Turismo tem um dos pontos de parada o Bairro da Santa Felicidade. É o principal reduto gastronômico e com grande quantidade de restaurantes. 
Chegando no Parque de Vila Velha


1º dia

- Parque Estadual de Vila Velha
# O acesso é pela Rodovia BR-376 (Rodovia do Café), que liga Curitiba à Ponta Grossa e são cerca de 80 Km por estrada duplicada e pedagiada.

# Valores - Arenitos - $10,00/pessoa
Furnas e Lagoa Dourada: $8,00/pessoa.

# Se estiver com um grupo grande vale a pena alugar um carro para conhecer o Parque. Junto da Rodoviária existe um posto da Localiza. Dali já sai com o carro escolhido.
Vila Velha

# Ao chegar ao Parque, o visitante assiste a um vídeo explicativo da formação dos arenitos e furnas. Em seguida é levado em micro-ônibus até o inicio da trilha dos arenitos. Para chegar nas furnas, o micro-ônibus  sai em horários programados (normalmente as 13h30min e 15h30min – procure confirmar os horários). Atente a isso.

# O parque tem como principal atração os arenitos, que são formações rochosas criadas pela ação dos ventos e das chuvas. Várias delas são parecidas com figuras de animais e objetos como: índio, garrafa, bota, esfinge, urso, cachorro, macaco, taça, etc...
Seguindo a trilha do Parque

# Possuem uma altura de aproximadamente 20 a 30 metros e se localizam junto a uma trilha lajotada que contorna toda a área dos arenitos. 

# O percurso total dos arenitos é uma boa caminhada que circunda totalmente o lugar com cerca de 2,7 km e dura pouco mais de 1h30min. 

# Outra área que pertence ao Parque e que visitamos são as Furnas. Elas são crateras circulares (poços profundos) com + - 80 metros de diâmetro e com cerca de 100 metros de profundidade e com volume de água que atinge até quase metade dela. Duas são abertas aos visitantes e em uma delas existe um elevador panorâmico que foi desativado, permitindo boas fotos.
Furnas

# Outro local integrante da visita às Furnas é a Lagoa Dourada, que se localiza do outro lado da Rodovia. Possui pouco mais de 300 metros de diâmetro, mas a profundidade é bem menor, cerca de 5 metros. 

# É cercada de densa vegetação, sendo considerada uma antiga Furna que foi assoreada por sedimentos e tem esse nome devido a incidência de raios solares no fundo da lagoa que dão à ela um aspecto dourado. 

# O percurso total das Furnas tem a duração de quase 2 horas.
Lagoa Dourada

# Tanto nos arenitos quanto nas Furnas, o guia do parque acompanha os visitantes.

# Quem for de ônibus, é só pedir ao motorista para descer em frente ao Parque, que fica no meio do nada.  www.princesadoscampos.com.br

# Para o retorno a Curitiba, só existe um horário de ônibus que para em frente ao Parque – é o das + - 15h40min. Se perder esse, só resta a opção do circular até o Terminal Oficinas em Ponta Grossa as 17h45min, mas é preciso fazer baldeação no ponto final e pegar outro ônibus (Terminal Nova Rússia) em direção à Rodoviária.

# Ser estiver com carro alugado, não deixe de visitar as fábricas de porcelanas e louças que estão na Rota da Louça, próxima de Campo Largo - cidade que fica ao lado de Curitiba e na mesma Rodovia de acesso ao Parque.
www.pontagrossa.pr.gov.br/parque-estadual-vila-velha


Linha Turismo
2º dia

- Linha Turismo 
# É uma linha de ônibus double deck (2 andares), que circula pelos principais pontos turísticos de Curitiba. O roteiro inclui parques, bosques, monumentos e várias outras atrações.

# Funciona de Terça a Domingo das 09h00 até as 17h30min e circula a cada 30 minutos, percorrendo pouco mais de 45 Km em cerca de 2h30min, passando por 25 locais.

# Ao comprar a cartela o turista recebe um folheto com todo o roteiro do passeio e um pequeno croqui do percurso.

Universidade do Meio Ambiente
# O roteiro se inicia na Praça Tiradentes, mas em qualquer das paradas nas atrações é possível iniciar o trajeto. O turista, ao embarcar no ônibus é obrigado a adquirir uma cartela com 5 tíquetes (preço de $29,00), que dão direito a mais 4 reembarques. 

# Embarcamos na parada do Mercado Municipal/Rodoferroviária e conhecemos o Bosque Alemão, Universidade Livre do Meio Ambiente, Ópera de Arame e Parque Tanguá. 


Ópera de Arame
# Por já ter feito esse mesmo roteiro em 1996, na minha opinião as melhores atrações são:
- Bosque Alemão: possui uma densa vegetação com mirantes e uma trilha em meio a mata. Ao longo dessa trilha são encontrados painéis de azulejos com ilustrações da estória de Joãozinho e Maria, escrita pelos irmãos Grimm. É perfeito para levar as crianças.     
- Universidade Livre do Meio Ambiente: possui uma linda arquitetura que se integra perfeitamente com a mata ao redor. Conta também com um lago e no final da rampa que leva a Universidade existe um mirante com uma linda vista.
Parque Tanguá
- Ópera de Arame/Pedreira Paulo Leminski: toda construída com estrutura tubular, o teatro está localizado em uma área de antiga pedreira, sendo um lugar diferente para um teatro. Próximo dali existe a Pedreira Paulo Leminski, que estava fechada.
- Parque Tanguá: situado em área de antigas pedreiras, possui lagos, trilhas, mirantes e é dividido em 2 partes: parte alta e a parte baixa. Possui uma grande área verde e é um passeio de algumas horas.
- Santa Felicidade: bairro onde está localizado o eixo gastronômico de Curitiba. São restaurantes a perder de vista e para todos os bolsos e gostos. 
- Jardim Botânico: cartão postal da cidade. Possui trilhas, lagos e uma estufa de metal com várias espécies de plantas. Conta ainda com um espaço para exposições, biblioteca e auditório. É um local razoavelmente pequeno, mas que vale a visita.


Parque Tanguá visto do mirante
# Não é possível comprar tíquete unitário, isto é, para visitar uma única atração. Quem quiser visitar mais de 5 lugares, mas não quer comprar outra cartela, uma boa sugestão é essa: ir na caminhada de uma atração a outra sem a necessidade de embarcar no ônibus. As atrações mais próximas uma das outras são:
1- Museu Oscar Niemeyer está ao lado do Bosque do Papa. Fica no mesmo quarteirão.
2- A Universidade Livre do Meio Ambiente está a cerca de 15 minutos do Bosque Alemão.
3- O Parque Tanguá está a cerca de 20 minutos de caminhada da Ópera de Arame.
4- Na região do centro, existem várias atrações muito próximas uma das outras. Dá para fazer na caminhada muitas delas também.  

# Adquirindo 2 cartelas para visitar todas as atrações em um dia só é inútil. O tempo é muito curto e não vai dar para conhecer os lugares escolhidos.
www.urbs.curitiba.pr.gov.br/transporte/linha-turismo

# Quem tiver disponível um tempo maior, vale a pena descer a Serra do Mar de trem até Paranaguá. 

Um comentário: